Dietoterapia I: Dietas para pós-operatório de gastroplastia

25/03/2018 14:00

Na quarta-feira (21 de março) e na quinta-feira (22 de março), os alunos da sétima fase vieram ao Laboratório de Técnica Dietética orientados pela Profª Débora Kurrle Rieger Venske e pelo Profº Erasmo Benício Santos de Moraes Trindade para a aula prática de dietas para pós-operatório de gastroplastia.
Os alunos receberam o cardápio e fizeram as montagens das refeições respeitando cada fase do pós-operatório.

  • FASE I: Dieta líquida claraㅤ ㅤ
    Na primeira fase da dieta os alimentos devem ser ingeridos em temperatura ambiente e devem ter consistência líquida e coada, ser isento de açúcar e com o mínimo de valor calórico. O volume máximo das preparações líquidas é um copo de cafezinho (50 ml) a cada 30 minutos. A duração da dieta pode durar de 24 a 48 horas e o volume de líquido ingerido não deve ultrapassar o limite de 1800 ml a 2000 ml por dia.
    ㅤ ㅤ
    Segue abaixo as refeições preparadas em aula:
    ㅤ ㅤ
    – Água sem gás, filtrada/fervida;
    – Água de Coco;
    – Chá de camomila (outros sabores permitidos: erva cidreira, capim limão, de frutas, hortelã. Não utilizar chás prontos, de garrafa, de caixa, nem de lata);
    – Suco de laranja (podendo ser de qualquer fruta) coado e diluído 50%;
    – Gelatina Diet (ou Zero açúcar);
    – Extrato de Soja;
    – Leite Desnatado sem Lactose;
    – Caldo de carne (preparar a sopa com pelo menos três vegetais, com um tipo de carboidrato ou uma leguminosa e um tipo de carne. Utilizar somente temperos naturais: cebola, alho, salsinha, cebolinha, etc. Consumir apenas o caldo coado)
    – Caldo de Galinha
    *Diluição a 50%: encher a metade do copinho de café com água e a outra metade com o alimento proposto.
    ㅤ ㅤ
  • FASE II: Dieta líquida e pastosa
    A segunda fase da dieta tem duração de até aproximadamente o 30º dia de pós-operatório, a consistência além de líquida passa a ser também pastosa, não sendo mais necessário coar ou diluir. O paciente deve fazer de 6 a 8 refeições diárias, com intervalos de 2 a 3 horas com um volume máximo das preparações líquidas de 100 ml.
    ㅤ ㅤ
    Confira abaixo as montagens do cardápio para esta fase da dieta:
    ㅤ ㅤ
    Chá de Camomila (outros sabores permitidos: erva cidreira, capim limão, de frutas, hortelã. Não utilizar chás prontos, de garrafa, de caixa, nem de lata);
    – Mamão Amassado (frutas somente em consistência de papa);
    – Iogurte Desnatado (0% gordura);
    – Sopa Liquidificada de Carne;
    – Suco de Melancia sem açúcar (usar adoçante, se necessário);
    – Banana Amassada com Canela e Aquecida no Microondas;
    – Sopa Liquidificada de Frango;
    – Vitamina de Mamão, Maçã e Banana (com leite desnatado);
    – Gelatina Normal.
    ㅤ ㅤ
  • FASE III: Dieta brandaㅤ ㅤ
    A terceira fase é um fase de transição e deve ser constituída de alimentos com textura modificada, que requerem o mínimo de mastigação e que teoricamente poderão passar facilmente pela bolsa gástrica. Deve-se fazer de 6 a 8 refeições diárias, com intervalos de 2 a 3 horas. O volume de preparações líquidas aumenta para 200 ml e é importante variar os alimentos e os tipos de preparações nas refeições, evitando frituras.
    ㅤ ㅤ
    – Café da Manhã :
    Leite Desnatado com Café
    Torrada Integral com Requeijão Light
    – Lanche da Manhã
    Mamão
    – Almoço
    Repolho Refogado
    Tomate
    Bife Bovino Grelhado e Picado
    Arroz Integral bem cozido
    Lentilha Cozida
    Abóbora Refogada
    – Lanche da Tarde
    Vitamina de Mamão/Banana e Maçã
    – Jantar
    Cenoura
    Beterraba Ralada
    Filé de Frango Grelhado
    Arroz Integral bem Cozido
    Chuchu Refogado
    – Ceia
    Laranja
    ㅤ ㅤ
  • FASE IV: Dieta regularㅤ ㅤ
    Nesta fase é onde o paciente poderá voltar a ter uma alimentação regular. Ainda havendo restrição de açúcar e fibras, além de suplementação nutricional e acompanhamento constante.
    ㅤ ㅤ
    – Café da Manhã
    Leite Desnatado com Café
    Pão de Forma Integral com Requeijão Light
    – Lanche da Manhã
    Maçã
    – Almoço
    Repolho
    Rúcula
    Bife Bovino Grelhado
    Arroz Integral
    Feijão Cozido
    Abóbora Refogada
    – Lanche da Tarde
    Leite sem Lactose
    Pão de Forma Integral
    Banana
    – Jantar
    Repolho
    Tomate
    Filé de Frango Grelhado
    Arroz Integral
    Chuchu Cozido
    Laranja
    – Ceia
    Melancia
Tags: cirurgia bariátricadieta brandadieta líquidadietoterapiagastroplastianutrição hospitalarpós-operatório

Dietoterapia I: Preparações de dietas hospitalares

15/03/2018 15:00

Nos dias 7 (quarta-feira) e 8 (quinta- feira) de março, aconteceram no Laboratório de Técnica Dietética as aulas práticas da disciplina (NTR5617) Dietoterapia I para os alunos da sétima fase.

As dietas são elaboradas considerando-se o estado nutricional e fisiológico dos indivíduos, e em situações hospitalares, devem estar adequadas ao estado clínico do paciente, além de proporcionar melhoria na sua qualidade de vida. Portanto a dieta hospitalar garante o aporte de nutrientes ao paciente internado e preserva seu estado nutricional, por ter um papel co-terapêutico em doenças crônicas e agudas. Podem ainda ser padronizadas segundo as modificações qualitativas e quantitativas da alimentação normal, assim como da consistência, temperatura, volume, valor calórico total, alterações de macronutrientes e restrições de nutrientes,.

A aula foi coordenada pela Profª Elisabeth Wazlawik  e pelo Profº Erasmo Benício Santos de Moraes Trindade e teve como objetivo a execução de preparações de dietas hospitalares.
Confira abaixo os diferentes tipos de dietas elaboradas:

  • Dieta Normal
    – Salada: alface, tomate, beterraba
    – Bife bovino grelhado
    – Macarrão Integral
    – Arroz Integral
    – Feijão
    – Laranja
  • Dieta Rica em Fibras/ Diabetes
    – Salada: alface, tomate, beterraba
    – Bife bovino grelhado
    – Macarrão Integral bem cozido ou repolho, brócolis e berinjela refogados
    – Arroz Integral
    – Feijão
    – Abacaxi
  • Dieta para Diarreia
    – Bife bovino grelhado
    – Macarrão bem cozido
    – Arroz bem cozido
    – Sopa de legumes obstipante
  • Dieta Líquida
    – Sopa liquidificada
    – Suco de laranja
    – Gelatina
  • Dieta Líquida restrita
    – Caldo da sopa coado
    – Caldo de legumes
    – Suco de laranja coado e diluído
    – Gelatina dietética
  • Dieta Branda
    – Salada: beterraba  e chuchu cozidos
    – Bife bovino grelhado
    – Macarrão bem cozido ou abóbora (de pescoço) refogada
    – Arroz Integral bem cozido
    – Feijão bem cozido
    – Pera assada
  • Dieta Branda pobre em resíduos
    – Peito de frango ensopado ou assado
    – Macarrão bem cozido
    – Arroz bem cozido
    – Canja magra (carne magra e arroz)
    – Suco de limão coado e diluído sem adoçar ou com adoçante
    – Gelatina dietética
  • Dieta Branda rica em fibras
    – Salada: beterraba  e chuchu cozidos
    – Bife bovino grelhado
    – Couve refogada ou legumes refogados
    – Arroz integral bem cozido
    – Feijão bem cozido
    – Abacaxi assado
  • Dieta pastosa
    – Carne moída ou desfiada
    – Purê de abóbora
    – Arroz papa
    – Feijão batido no liquidificador
    – Creme de mamão
  • Dieta Pastosa rica em fibras/laxativa
    – Carne moída ou desfiada
    – Purê de legumes
    – Arroz papa
    – Feijão batido no liquidificador
    – Creme de mamão
  • Dieta Pastosa para diarreia
    – Carne magra moída ou desfiada
    – Macarrão bem cozido
    – Arroz papa
    – Sopa de legumes obstipante
    – Suco de laranja natural coado e diluído
    – Creme de banana cozida sem açúcar com  canela
    – Gelatina dietética
  • Dieta hipofermentativa
    – Salada: cenoura e chuchu cozidos
    – Bife bovino grelhado
    – Batatas fritas
    – Arroz
    – Sopa de legumes obstipante
    – banana assada  com pouca canela
  • Desjejum ou lanche Normal
    – Leite
    – Café (quantidade suficiente)
    – Pão com manteiga (e queijo)
    – Mamão
  • Desjejum ou lanche para dieta para diabetes/rica em fibras
    – Iogurte natural ou diet
    – Pão integral com manteiga
    – Mamão
  • Desjejum dieta Líquida restrita
    – Chá de camomila
    – Suco de laranja diluído         
  • Dieta Líquida
    – Vitamina de frutas
    – Mingau de maisena
  • Desjejum dieta branda
    – Leite
    – Café (quantidade suficiente)
    – Pão com manteiga
    – Mamão
  • Lanche dieta pastosa
    – Leite
    – Café (quantidade suficiente)
    – Mingau de aveia
  • Lanche dieta branda
    – Iogurte
    – Banana assada com canela
    – Biscoito tipo maisena ou d´água
  • Lanche dieta hipolipídica
    – Pão integral
    – Queijo branco
    – Alface, tomate
    – Suco de laranja, chá fraco
Tags: dieta brandadieta hipofermentativadieta hipolipídicadieta líquidadieta pastosadietas hospitalares

Dietoterapia: Aula Prática Diarreia e Alergia Alimentar

04/07/2016 17:04

Nos dias 15 e 16 de junho foram realizadas as aulas práticas da disciplina de Dietoterapia I (NTR5617) no Laboratório de Técnica Dietética.

As aulas foram orientadas pela professora Débora Kurrle Rieger Venske e tiveram como objetivo o desenvolvimento de preparações que possam ser utilizadas no cuidado dietoterápico de indivíduos acometidos por diarreias e/ou alergias alimentares.

Confira abaixo as fotos e receitas elaboradas pelos estudantes:

Sequilho de Coco

Ingredientes:

  • 250g de margarina;
  • 2 gemas;
  • 1 xícara (chá) de açúcar;
  • 500g de amido de milho;
  • 1 xícara (chá) de coco ralado;

Modo de preparo: Unte duas assadeiras grandes (40 x 28 cm) e reserve. Em uma tigela, coloque a margarina, as gemas e o açúcar. Misture até obter um creme liso. Acrescente o amido de milho aos poucos e amasse delicadamente com a ponta dos dedos até que a massa fique homogênea. Junte o coco ralado e misture bem. Aqueça o forno em temperatura média (180°C). Enrole bolinhas ou faça cordões grossos com a massa e corte sequilhos com aproximadamente 3 cm de comprimento. Pressione a superfície de cada um com um garfo. Coloque-os nas assadeiras reservadas, com espaço de 2 cm entre eles. Leve ao forno por 20 minutos ou até dourarem levemente.

IMG_0194

Sequilho de Coco

(more…)

Tags: alergia alimentardiarreiadietoterapia alergia alimentardietoterapia diarreiareceitas alergia alimentarreceitas diarreia